Facebook Twitter Youtube Flickr

Deputada Neusa Cadore

Você está aqui: HomeNotíciasNotícias em Destaque

Autoridades, familiares e amigos de Ienata cobram ao Secretário de Segurança conclusão do inquérito

“Não é por ser filha única. É uma vida. Deixaram uma mãe arrasada e um filho destruído. Por que fizeram isso com minha filha? É muito doloroso saber que não vou vê-la mais”, desabafou dona Maria Pedreira, mãe de Ienata Pedreiras Rios (35 anos) que foi assassinada brutalmente em julho deste ano, em sua casa no município de Riachão do Jacuípe. 

Leia mais...

Neusa propõe reforma de Mercado e Corpo de Bombeiros para Ipirá 

Após um incêndio de grandes proporções destruir o Mercado de Artes do município de Ipirá (a 200km de Salvador), na noite desta terça-feira (22), a deputada estadual Neusa Cadore (PT) fez um pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) e apresentou Moção de Solidariedade à comunidade local.   

Leia mais...

Sessão especial Outubro Rosa alerta para prevenção e combate ao câncer de mama

O câncer de mama é o terceiro que mais mata pessoas na Bahia. Dado como esse serve para alertar e também para buscar estratégias, políticas públicas e ações que sensibilizem a sociedade e o poder público. 

Para contribuir com essa luta, a Comissão dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), em parceria com a Comissão de Saúde, realizou nesta quarta-feira (26), uma sessão especial para celebrar o Outubro Rosa e discutir os avanços e dificuldades para o diagnóstico e enfrentamento do câncer de mama na Bahia. 

“Muitas organizações estão aqui compartilhando conosco o seu compromisso e suas ações concretas para que a gente avance para diminuir a incidência e, sobretudo, oferecer as mulheres o direito ao tratamento na hora certa, pois é isso que faz com que 95 % dos casos sejam vencidos”, afirmou a deputada estadual Neusa Cadore, vice-presidenta da Comissão da Mulher.   

Na Bahia, a meta para a campanha Outubro Rosa é superar o recorde mundial de 20 mil exames realizados. “Acreditamos que a prevenção e o diagnóstico rápido são as melhores formas para tratar e curar o câncer de mama. Que cada um de nós possamos fazer desta campanha uma oportunidade para que o rosa seja lembrado todos os dias e que as vidas das mulheres possam ser salvas”, ressaltou Neusa.   

A mesa dos trabalhos foi composta por Romilda Medrado, diretora/presidente do Núcleo Assistencial para pessoas com câncer, Dr. Humberto Luciano do Rosário Souza, Superintendente da Liga Baiana Contra o Câncer – Hospital Aristides Maltês, Maria Alcina Romeo Bulhosa, Diretora da Atenção Especializada da SESAB, Valquíria Ferreira Martins (depoimento), Dra Vanessa Dybal Bertoni, oncologista da Clínica AMO, Dr. Rogério Luís Gomes, promotor de Justiça do Centro de Apoio Operacional da Defesa da Saúde do Ministério Público, além de Thiago Turbay (FEMAMA – Assessor de Relações Governamentais). 

Outubro Rosa, diagnóstico e desigualdade

Conhecido mundialmente, o Outubro Rosa é dedicado à luta contra o câncer de mama. A campanha remete à cor do laço que simboliza a luta para a prevenção e tratamento da doença.

No Brasil, a orientação é começar os exames clínicos entre 40 e 49 anos. A partir dos 50, mamografias e ultrassonografias. Mas isso não vale para as mulheres com histórico familiar de câncer de mama em parentes de primeiro grau, pois, nestes casos, recomenda-se o acompanhamento clínico individualizado. 

A desigualdade no acesso à mamografia como uma grande preocupação das políticas públicas e aponta as unidades móveis como uma forma de melhorar o acesso da população feminina mais pobre a serviços de prevenção. A preocupação em proteger a vida das mulheres baianas através do combate ao câncer de mama é uma luta de toda a sociedade, e a sua presença é fundamental!

Ascom Neusa Cadore

Lino Filho

 

 

Jobope, vereadores e deputada Neusa buscam melhorias para Mairi 

Poucas semanas após ser eleito para governar o município de Mairi o prefeito Jobope já iniciou uma agenda de audiências nas secretarias e órgãos do governo do Estado. As atividades foram solicitadas pela deputada estadual Neusa Cadore, que também participou das audiências na segunda-feira (24) ao lado do prefeito, dos vereadores Alan, Roque da Luz, Dr. Tadeu, Pororó, do engenheiro Leandro Assis e de José Inácio, assessor institucional do Mandato da Gente.  

Leia mais...

Presidenta Dilma recebe título de cidadã baiana

Lideranças políticas, representantes de movimentos sociais e de mulheres lotaram a Assembleia Legislativa nesta quinta-feira, 16, para prestigiar a presidenta Dilma Rousseff. Ela foi homenageada com o título de cidadã baiana concedido pelo deputado Rosemberg Pinto (PT).

Dilma foi recebida aos gritos de “volta, querida” e por uma ‘chuva’ de pétalas de rosas e pipoca, tradição do candomblé para afastar maus fluidos. “Receber este título é uma honra. Estou muito feliz porque agora também sou baiana”, disse Dilma, afirmando que tem obrigação de defender e honrar seus 54,5 milhões de votos, muitos deles recebidos pelos baianos.

“A Bahia é uma terra que tem tradição de luta pela soberania do País e é uma terra que segue comigo, tenho certeza, reafirmar a questão democrática e da soberania nacional”, falou a petista, fazendo referência ao 2 de julho, que marca a Independência da Bahia.

A deputada Neusa Cadore falou da alegria de ter a presidenta como cidadã baiana. "É motivo de orgulho ter a primeira Presidenta do Brasil e, em especial, uma companheira que soube aprofundar e ampliar as políticas sociais implantadas pelo Presidente Lula, como nossa conterrânea. A Bahia agradece todos os investimentos feito em nosso estado. O povo sabe da luta de Dilma para enfrentar o golpe e defender a democracia" afirmou a parlamentar. 

Após o ato institucional, a presidenta falou para os movimentos sociais que estavaram do lado de fora da Assembleia. O público gritou palavras de ordem #VoltaQuerida e #ForaTemer

 

Ascom Neusa Cadore com informações da Agência PT de Notícias

Fotos: Roberto Stuckert Filho

 

CESOL Bacia do Jacuípe encerra a II Caravana da Economia Solidária em Pintadas

O Centro Público de Economia Solidária – CESOL Bacia do Jacuípe realizou nesta segunda-feira (13) o encerramento da II Caravana da Economia Solidária. A iniciativa é uma ação do CESOL Bacia do Jacuípe por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – SETRE/VIDA MELHOR, que tem como objetivo partilhar experiências, divulgar e fomentar a prática da Economia Solidária, contribuindo com o desenvolvimento sustentável da região e levar oportunidades de geração de renda, fortalecimento e promoção do trabalho coletivo baseado na economia solidária, além de promover a inclusão social, empoderamento das mulheres.

A Caravana percorreu os 14 municípios do território, e nesta segunda (13) celebrou no município de Pintadas essa ação que fomentou a economia dos municípios visitados e multiplicou saberes.

Sede do CESOL Bacia do Jacuípe é famosa pela sua organização comunitária, Pintadas foi palco de um grande evento que entrará para história.

Diante dos anseios dos empreendimentos e da necessidade de comercializar os produtos, o Centro Público celebrou esse grande momento com uma grande Feira da Economia Solidária que contou com participação exitosa dos empreendimentos assistidos e de curioso.

A celebração dessa ação de sucesso foi prestigiada por diferentes autoridades políticas, como a Deputada Estadual Neusa Cadore, uma das responsáveis pela instalação e permanência do Centro Público de Economia Solidária no Território.

 

“Nosso lado é apoiar a Agricultura Familiar, a Economia Solidária, as mulheres, os negros, construindo ferramentas de inclusão e de fortalecimento, e este evento de hoje é uma dessas ferramentas’’, Neusa Cadore, Deputada Estadual.

Para dona Luiza Maria, integrante do Grupo Sabor dos Sabores, a Caravana é o momento mais aguardado pelos grupos. Pois, é através das Caravanas, que os grupos escoam a produção e divulga seu produto.

"Essa feira de hoje foi uma das melhores. O CESOL não poderia ter fechado essa Caravana de 2016 diferente. Esses eventos só nos enriquecem. A Caravana é de grande importância para o desenvolvimento dos grupos. É o momento mais esperado. É mais um espaço para a gente comercializar e divulgar nosso produto. O que menos interessa para nós é se vendemos tudo ou não, mais que vender a gente se preocupa e quer mostrar nosso produto. Para nós, isso dinheiro não paga, sem falar nas trocas de experiências, ideias que fazemos um com os outros’’.

Dona Luiza não foi a única pessoa a se encantar com a festa. Era visível em cada empreendimento, em cada curioso, ou talvez em alguém que nunca ouviu falar em economia solidária, era possível enxergar o brilho e energia de participar de um evento que não só trouxe a cultua do território enraizada no forró, na fanfarra apresentada pelo colégio municipal, ou no samba, mas também na diversidade de produtos dos mais de 40 empreendimentos presentes.

Quem esteve em Pintadas se encantou com a grande quantidade de artesanatos presentes na Feira: bolsas, panelas de barro, tapetes, toalhas, lençóis, garrafas decoradas, as quais foram ensinadas durante a Caravana, entre outros produtos. Quem passeava no interior da Feira podia sentir o cheiro de um delicioso beiju de tapioca feito na hora, como também provar um saboroso sequilho, uma cocada, um bolo, entre outras delícias.

Além da grandiosa Feira, o CESOL ainda realizou diversas ações durante a celebração de encerramento da Caravana 2016, como a Oficina de Qualificação Produtiva, aberta não só para os empreendimentos, mas também para todo o público presente que buscava uma oportunidade de incrementar a sua renda.

As ações municipais também estiveram presentes. A Secretaria de Agricultura em parceria com o Consórcio Bacia do Jacuípe entregou mais de 50 títulos de terra para agricultores familiares do município de Pintadas.

Quem saiu de lá com mais um instrumento de valorização do seu produto foram alguns empreendimentos assessorados pelo CESOL, eles receberam o Selo da Agricultura Familiar. O Selo certifica que determinado produto é oriundo da agricultura familiar, promovendo assim valores cada vez mais exigidos pelos consumidores. Para quem adquire os produtos com Selo, o resultado é a garantia de saber a origem dos produtos consumidos, além de contribuir para a promoção da sustentabilidade e da responsabilidade social e ambiental, e da valorização da produção regional e da cultura local. O Selo da Agricultura Familiar para esses empreendimentos é mais uma conquista dada pelo CESOL, conquista que o Centro Público pretende ampliar aos demais grupos assessorados.

Dona Raimunda Sousa faz parte do grupo Tempero Delicioso, um dos contemplados com o Selo da Agricultura Familiar, ela descreve a importância dessa ferramenta para comercialização e valorização do produto.

‘’Agora a gente terá mais segurança nas vendas dos nossos produtos. Temos certeza que iremos crescer muito mais. Hoje podemos dizer que nosso produto é sim da Agricultura Familiar, que nosso produto tem um rótulo, tudo graças ao CESOL. Se antes nós vendíamos 1.000 temperos, hoje estamos vendendo 10.000. O CESOL nos ajudou a crescer”.

O encerramento da II Caravana da Economia Solidária só enaltece as ações que o CESOL e seus parceiros estão realizando no território. As ações que oportunizam, e promovem uma vida mais digna diretamente a mais de mil (1000) famílias distribuídas nos mais de 170 empreendimentos assessorados pelo CESOL. São ações que fortalecem e impulsionam as políticas públicas no campo da Agricultura Familiar e da Economia Solidária.

 

Ascom Cesol

 

Mirian Oliveira

Audiência e Feira do Licuri movimentaram Quixabeira

Representantes de 32 municípios participaram no último sábado, 11, de uma audiência pública com o objetivo discutir e colher sugestões para o Projeto de Lei N. 21.135/2015 de autoria da Deputada Neusa Cadore que visa a preservação do Licurizeiro e Umbuzeiro. A atividade foi realizada na Escola Família Agrícola de Jaboticaba, em Quixabeira, como parte da programação da 9ª Feira do Licuri coordenada pela COOPES (Cooperativa de Produção da Região do Piemonte da Diamantina). 

Essa e outras atividades movimentaram o município de Quixabeira no final de semana, 11 e 12, reunindo integrantes de associações, cooperativas, grupos extrativistas. Lideranças políticas como o secretário de Desenvolvimento Rural Gerônimo Rodrigues, secretários municipais de agricultura, instituições de pesquisa como o IFBaiano e o IFBA, órgãos do governo estadual a exemplo da Secretaria de Meio Ambiente, marcaram presença.

 

Audiência

A audiência pública debateu o projeto de lei do Licurizeiro e Umbuzeiro elaborado com a ajuda de organizações sociais que já militam na defesa e preservação dessas plantas. Pela proposta, o corte das árvores será permitido apenas quando necessário a execução de obras, planos, atividades ou projetos de utilidade pública ou de relevante interesse social, sendo preciso autorização do órgão competente. Mesmo assim, será exigido plantio das espécies suprimidas em locais próximos.

O vereador Jurandy Menezes, da cidade de Antonio Gonçalves, foi um dos participantes e apresentou a experiência do primeiro município a aprovar a lei municipal de preservação do licuri ainda no ano de 2004. O autor da proposta lembrou que naquela época ainda não havia o devido reconhecimento do fruto, mas que hoje seu potencial é atestado pelos institutos de pesquisa. "É uma planta que tem possibilitado emprego e renda para milhares de famílias do semiárido". 

A deputada Neusa, autora do PL,  disse que a lei tem uma importância muito grande na preservação das espécies. "A discussão nessa escola (EFA de Quixabeira) é fundamental, pois aqui é uma referência na formação de técnicos agrícolas que estão no campo dando o acompanhamento à agricultura familiar. Ela agradeceu também as várias frentes de luta e que é preciso juntar forças dos vários movimentos para que a lei seja aprovada. 

O licuri tem sido objeto de estudos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) e do IFbaiano. O professor Márcio Harrison (IFbaiano), por exemplo, mostrou a pesquisa que tem sido desenvolvida sobre o licuri e a melhoria da qualidade da produção na região, inclusive com a produção de maquinário para facilitar o beneficiamento do licuri.

Já o professor Ruy Mota, diretor do IFBA de Simões Filho, mostrou uma infinidade de produtos que podem derivar do licuri e apresentou o estudo da viabilidade técnica dos resíduos, iniciativa que pode contribuir na ampliação do aproveitamento do coco e gerar mais renda para os agricultores familiares. 

Também participaram da mesa o prefeito anfitrião, Eliezer Costa, o presidenta Câmara local, vereador Dourenilson, a vereadora Sheila, dentre outros representantes. 

FEIRA 

No domingo foi a vez da realização da 9ª edição da Tradicional Festa do Licuri, no povoado quilombola de Alto do Capim. A atividade reuniu uma série de empreendimentos que trabalham com o licuri, além de artistas, grupos culturais e estudantes. A programação foi aberta com a realização de uma missa, seguida da apresentação de toré dos índios da tribo Kaimbé Massacará, a passagem da Fanfarra de Antonio Gonçalves e a plantação simbólica do licurizeiro na praça do povoado. A Caravana da Economia Solidária da Bacia do Jacuípe integrou a agenda do dia, com exposições de produtos de todas as regiões do estado. 

Lourivânia Soares

Ascom Neusa Cadore 

 

11ª Semana Cultural marca as comemorações dos 31 anos de Pintadas

Nesta segunda-feira, 09 de maio, Pintadas comemorou 31 anos de emancipação política. Para marcar a passagem da data, desde o dia 02 foram realizadas diversas atividades artísticas e esportivas que marcaram a 11ª Edição da Semana Cultural.

Leia mais...

Parlamentares repudiaram exclusão de "gênero e sexualidade" do Plano de Educação

Foi aprovado nesta quarta-feira (04), na Assembleia Legislativa, o projeto de Lei 21.625/2015 que trata do Plano Estadual de Educação. A deputada Neusa junto com um grupo de parlamentares apresentaram voto em separado contrário à supressão dos termos "gênero e sexualidade" por contrariar as lutas históricas travadas pelos movimentos feministas, de mulheres e LGBT na luta contra a discriminação e violência.

Assinaram nesse coletivo também Fátima Nunes, Maria Del Carmen, Luiza Maia, Marcelino Galo, Gika Lopes, Fabíola Mansur, Fabrício, Zó, Bobô e Marcel Moraes.

"No nosso entendimento, debater igualdade de gênero na educação é promover um sistema educacional inclusivo, voltado para o combate às discriminações e para a reprodução das desigualdades que persistem em nossa sociedade, gerando violência e ódio. Vamos continuar na luta pela garantia dos direitos, à democracia e do respeito às liberdades humanas como sempre fizemos. A nossa luta continua", afirmou Neusa Cadore. 

Ascom Neusa Cadore

 

Neusa prestigia abertura da 11ª Semana Cultural de Pintadas

Teve início nesta segunda-feira, 02, a 11ª Semana Cultural de Pintadas. O tradicional evento será promovido pelo Governo de Pintadas em parceria com a Companhia de Artes Cênicas Rheluz e conta com o apoio de diversas entidades representativas.

A abertura oficial foi na Praça do Mercado com a presença do prefeito Edenivaldo Mendes, da deputada Estadual Neusa Cadore, além de centenas de pessoas que prestigiaram o talento dos artistas regionais em apresentações de teatro, fanfarra, sambadores e o charme das tradicionais baianas.

O prefeito Edenivaldo, fez questão de ressaltar que para ele é uma honra participar de um momento tão importante da história do município, assim com a deputada Estadual Neusa Cadore, que enfatizou a satisfação de contribuir para as transformações que Pintadas sempre desejou, entre elas na área cultural. "A semana cultural tem como objetivo ser instrumento de resgate, promoção e fortalecimento das manifestações da cultura e da arte popular, sendo um importante espaço de debate das políticas públicas”, ressalta a parlamentar.

 

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e receba informações.

Vídeo em Destaque

Banner

Banner

Banner

 

Banner

Calendário de Notícias

« Fevereiro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28        

Nossos Contatos

Gabinete da Deputada Estadual Neusa Cadore Assembléia Legislativa da Bahia
Ed. Nelson David Ribeiro Gab. 305, 1º Av. 130 CAB
CEP: 417545-000 - 
Salvador/BA

Fone: 71 3115.7148
Fax: 71 3115.5486
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.