Facebook Twitter Youtube Flickr

Deputada Neusa Cadore

Você está aqui: HomeNotíciasNotícias em Destaque

Neusa destaca papel social da Ouvidoria do Estado

Na semana em que se celebra 15 anos da Ouvidoria Geral do Estado da Bahia (OGE), canal de comunicação entre o cidadão e o Governo da Bahia, a deputada Neusa Cadore (PT) parabenizou o órgão pelos serviços prestados à população.

Para Neusa, a Ouvidoria trouxe contribuições importantes no campo da participação social. "A Ouvidoria trouxe a oportunidade de o povo participar ainda mais da gestão do Estado, seja reclamando, denunciando ou se informando. Isso ampliou os canais de participação e transparência", afirmou.



A parlamentar também ressaltou o papel de José Maria Dutra, ouvidor geral do Estado. "Zé Maria tem demonstrado competência, compromisso e sensibilidade para acolher e encaminhar as contribuições populares que ajudam a melhorar os serviços e a gestão do governo", finalizou.

Nesta quarta-feira (6) o órgão recebeu a Certificação NBR ISO 9001 e apresentou balanço das principais ações do ano. A norma ISO 9001 é específica para a certificação de Sistema de Gestão da Qualidade e indica que a organização executa boas práticas de gestão.

Balanço

A Ouvidoria Geral do Estado registrou um aumento de 243.270 mil manifestações em 2017, no período de janeiro a novembro, em relação a 2016, que registrou mais de 106.980 mil. Até o fim de novembro, a OGE recebeu 350.250 mil manifestações referentes aos serviços públicos estaduais e atuação do Governo do Estado.
 
O crescimento no número de atendimentos aos cidadãos é resultado de um conjunto de ações para promover a participação social em todo o estado, como o projeto Ouvidoria Ativa, que informa a população sobre o papel e os canais de acesso da OGE, entre outras.


Pedro Ivo Sena - Ascom Neusa Cadore

Deputada Neusa garante recursos e mercado de Mairi será reformado

Um sonho antigo da população de Mairi será realizado. O mercado municipal será reformado graças a uma emenda parlamentar destinada pela deputada estadual Neusa Cadore (PT). Nesta segunda-feira (27), o convênio para a realização da obra foi assinado, entre o governo do estado e a prefeitura, pelo governador Rui Costa (PT) e pelo prefeito do município, Jobope (PT).

Leia mais...

Bacia do Jacuípe une forças pelo combate à violência contra a mulher

A campanha mundial “16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra a Mulher” teve início nesta sexta-feira, 24, no Território da Bacia do Jacuípe. A primeira atividade foi uma Audiência Pública organizada pela Subcomissão de Autonomia Econômica das Mulheres, da Assembleia Legislativa da Bahia e o Movimento de Organização Comunitária (MOC), que reuniu a Câmara Técnica de Mulheres, lideranças políticas, gestoras e organizações sociais, em Riachão do Jacuípe.

Um grupo de jovens ligados ao Movimento de Mulheres de Pintadas também provocaram os participantes com a encenação teatral “Maria, vai com as outras”, que discute de maneira lúdica o posicionamento das mulheres frente às desigualdades de gênero. Também teve a participação da professora Esmeralda Soares, de Riachão do Jacuípe, que animou o público com uma canção de própria autoria que trata da Lei Maria da Penha.

No evento que se estendeu pela manhã até parte da tarde foram debatidas a realidade da violência doméstica no Brasil e na região, bem como estratégias para prevenir e punir esse tipo de crime. Coordenada pela deputada Neusa Cadore, o painel que tratou da efetividade da Lei Maria da Penha, contou com as contribuições da professora Eulália Azevedo, da Secretaria Estadual de Políticas Para as Mulheres; da capitã Paula Queiroz, da Ronda Maria da Penha; e da coordenadora pedagógica do MOC, Vandalva Oliveira, do MOC.

A representante da Ronda contou que o programa nasceu para fiscalizar o cumprimento da medida protetiva, mecanismo previsto na Lei Maria da Penha, mas relatou a dificuldade de atender toda a demanda. “Em Salvador somos apenas 29 pessoas para proteger 607 mulheres, mas continuamos perseverando. Nosso interesse era levar essa segurança para todo mundo, temos plena vontade, mas não temos capacidade. Por isso esses espaços de discussão são fundamentais para a conscientização”, destacou. 

A professora Eulália falou da questão cultural. “Houve grandes avanços com a Lei Maria da Penha, sim, mas ainda não suficiente erradicar a brutalidade que é a violência de gênero. O feminicídio é a expressão da ideologia machista, racista, classista, homofóbica que na sociedade capitalista ganhou ainda mais espaço”. Já Vandalva falou da necessidade da articulação em rede. “Não vamos vencer a violência se não tivermos a força e a coragem uma das outras”, pontuou Vandalva. 

Durante evento também foi lançada a Campanha “O Problema também é meu! Não à violência contra mulheres”, que será articulada pelas organizações sociais para ampliar o debate nos municípios, alguns deles já saíram com agendas pré-definidas. Mas além da violência doméstica, as diversas intervenções refletiram sobre os retrocessos sociais, a exemplo do crescimento da onda conservadora que vem ameaçando o debate de gênero nas escolas. Em Nova Fátima, por exemplo, tramita um projeto de lei que visa proibir esse debate e o vereador Landinho informou pediu vistas à matéria e pretende ouvir a população a respeito. 

“A questão da violência é um problema nosso, desse Território e nós queremos chamara a atenção da sociedade”, afirmou a deputada Neusa Cadore. A parlamentar que também lidera a bancada feminina da Assembleia, lembrou o assassinato de muitas mulheres, como o da professora de Riachão, Ienata Rios, e apresentou uma série de propostas de lei que o Colegiado pretende aprovar no legislativo para fortalecer a luta defesa dos direitos das mulheres. Dentre as proposições está a que proíbe que agressores de mulheres condenados ocupem cargo público na esfera do estado. 

Já a sindicalista Antônia Oliveira fez um discurso forte chamando a atenção para a autonomia das mulheres. “Dizem que a mulher é dependente dos maridos, não somos. Eles não assinam nossa carteira, nem paga nosso INSS. Nós trabalhamos, parimos, não somos sexo frágil”, protestou. 

Além de Riachão do Jacuípe, a atividade reuniu participantes de 12 municípios do Território.

Quer ver mais fotos? Clique aqui

Ascom Neusa Cadore

Lourivânia Soares

 

Mulheres criticam retrocessos durante ato dos 16 Dias de Ativismo na Assembleia

O ato de lançamento da Campanha 16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra a Mulher, nesta quarta-feira (22), na Assembleia Legislativa, foi marcado por falas contra os retrocessos nos direitos das mulheres e contra a PEC 181, projeto que criminalização o aborto em casos de estupro, risco de vida para a mulher e feto anencéfalo. Organizada pela Comissão dos Direitos da Mulher, a Bancada Feminina e a Assembleia de Carinho, a atividade contou com a presença de parlamentares, secretárias de estado, feministas, lideranças, ativistas dos direitos humanos e movimentos sociais.



Durante seu pronunciamento, a líder da bancada feminina, deputada Neusa Cadore solicitou ao presidente Ângelo Coronel para aprovar os projetos de lei em defesa das mulheres e ressaltou a importância de trabalhar em rede para combater a violência. “O combate à violência é um desafio contemporâneo que faz a gente se indignar e uma forma concreta para a gente contribuir com a campanha é aprovar os projetos contribuir nesse enfrentamento”.



O chefe do legislativo parabenizou a luta das mulheres e ressaltou que é importante lutar para impedir o avanço da PEC 181. “Não podemos admitir que a mulher seja obrigada a ter filho fruto de estupro, se ela não quiser. Essa Casa também vai se rebelar contra isso e pode contar com a gente para fortalecer a luta das mulheres baianas”, ressaltou.



Acompanhada de Eliene das Neves, vítima de violência do seu ex-companheiro no município de Camaçari, a deputada Luiza Maia se emocionou e lamentou que seu projeto de lei para divulgação da imagem de agressores de mulheres tenha sido derrotado na Assembleia.
“A gente tem o dever, ao menos em homenagem às mulheres que foram vítimas de violência, de levantarmos essa bandeira, por outro lado temos certeza de que sociedade está muito mais engajada nessa luta”, destacou a chefe do Ministério Público da Bahia, Ediene Lustosa.

Também participaram do evento a secretária de Políticas para as Mulheres, Julieta Palmeira, a titular da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial, Fabya Reis, dentre outras autoridades e representações.

Campanha

Os 16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra a Mulher é uma mobilização internacional que acontece anualmente nos meses de novembro e dezembro. A próxima agenda será na próxima sexta-feira, 24, uma Audiência Pública no Território da Bacia do Jacuípe, a partir das 09h, no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Riachão do Jacuípe.


Lourivânia Soares - Ascom Neusa Cadore

Governo do Estado entrega Policlínica da região de Guanambi nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira (24), o governador Rui Costa inaugura a Policlínica da região de Guanambi, no sudoeste, prosseguimento a uma série de entregas na área de saúde que o Governo do Estado vai realizar até o final do ano. Na nova unidade, além da população de Guanambi, serão atendidos os moradores dos municípios de Caculé, Caetité, Carinhanha, Ibiassucê, Igaporã, Iuiú, Jacaraci, Lagoa Real, Licínio de Almeida, Malhada, Matina, Mortugaba, Palmas de Monte Alto, Pindaí, Rio De Santana, Rio do Antônio, Sebastião Laranjeiras e Urandi.

Leia mais...

Copa Jacuípe de Futebol Feminino será lançada nesta quarta, em Várzea da Roça

“Mulheres em campo contra a violência”, este é o tema da 1ª Copa Jacuípe de Futebol Feminino Society que será lançada nesta quarta-feira (15), às 9h, na Câmara de Vereadores de Várzea da Roça. A competição reunirá mulheres de 14 municípios do território Bacia do Jacuípe para jogar futebol e dar visibilidade à violência sofrida pelas mulheres.    

Leia mais...

Assembleia Legislativa realiza audiência pública para  celebrar os projetos de arte e cultura na rede estadual

Para comemorar uma década de realização das políticas culturais com a juventude estudantil da rede estadual de ensino, por meio dos projetos de arte e cultura nas escolas, será realizada uma audiência pública, nesta quinta-feira (9), às 14h, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). O evento, que contará com apresentações artísticas e culturais de estudantes, terá a presença de representantes da Secretaria da Educação do Estado, dos Conselhos de Educação e Cultura, professores, diretores, artistas e intelectuais.

Leia mais...

"Estão matando os rios, desmatando o Cerrado e grilando as terras do povo", denuncia deputada Neusa

A deputada estadual Neusa Cadore (PT) reagiu ao posicionamento de setores da mídia e de grupos empresariais que, segundo a deputada, tentam mascarar o verdadeiro debate sobre a utilização das águas dos rios na região Oeste da Bahia. Na última quinta-feira (2), quase mil populares ocuparam as Fazendas Igarashi e Curitiba, no distrito de Rosário, em Correntina, para protestar contra irrigação predatória que está prejudicando a população e a biodiversidade da região.  

Leia mais...

Bahia intensifica a luta contra cortes de Temer no orçamento do SUAS e do Bolsa Família

“A assistência social é a mais humana das políticas públicas. Estou triste com o que está acontecendo com o Brasil”, desabafou Cledson Oliveira Cruz, representante do Fórum de Usuários do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). O desabafo de Cledson foi ouvido por assistentes sociais, gestores, técnicos, representantes do governo estadual, movimentos sociais e parlamentares durante a Audiência Pública “O Orçamento federal da Assistência Social para 2018”, realizada nesta terça-feira (24) , na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). 

Leia mais...

Audiência Pública discutirá desmonte do Sistema Único de Assistência Social

A Frente Parlamentar em Defesa da Assistência Social, da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), promove na próxima terça-feira (24), às 9h, uma Audiência Pública com o tema: “O Orçamento federal da Assistência Social para 2018”, no Auditório Jornalista Jorge Calmon, na Alba. A audiência debaterá estratégias para defender o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) que vem sofrendo cortes pelo governo Temer e, pela proposta orçamentária do Governo Federal para 2018, contará apenas com o valor de R$ 78 milhões, além da redução em 11% dos recursos para Programa Bolsa Família. 

Leia mais...

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e receba informações.

Vídeo em Destaque

Banner

Banner MÓVEL

Banner MÓVEL 2

 

Banner

Calendário de Notícias

« Dezembro 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Nossos Contatos

Gabinete da Deputada Estadual Neusa Cadore Assembléia Legislativa da Bahia
Ed. Nelson David Ribeiro Gab. 305, 1º Av. 130 CAB
CEP: 417545-000 - 
Salvador/BA

Fone: 71 3115.7148
Fax: 71 3115.5486
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.