Facebook Twitter Youtube Flickr

Deputada Neusa Cadore

Você está aqui: HomeMandatoJuventudeGoverno lança maior edital de fomento ao setor audiovisual do país

Governo lança maior edital de fomento ao setor audiovisual do país Destaque

Por: 

O maior edital de fomento ao setor audiovisual do país foi lançado na Bahia pelo governador Rui Costa, em cerimônia aberta ao público, nesta segunda-feira (15), no Salão de Atos da Governadoria, em Salvador. A publicação do edital 'Bahia na Tela' é resultado da captação do montante de R$ 20 milhões - maior volume de recursos em um único edital já conseguido junto à Agência Nacional de Cinema (Ancine) - para a produção de conteúdos audiovisuais inéditos sobre a Bahia e que serão exibidos na TVE. O Governo do Estado dará contrapartida no valor de R$ 820 mil, enquanto o restante será aportado pelo Fundo Setorial do Audiovisual.

"Este é um momento singular na cultura baiana. É uma oportunidade que nosso audiovisual vai ter de fazer produção própria. É um orgulho e uma aposta. Apesar da crise, dos dois anos de queda de arrecadação, temos que continuar apostando naquilo que transforma a vida das pessoas. Eu acredito plenamente no poder de transformação da educação e da cultura. Este edital é a possibilidade dos produtores baianos expressarem toda a criatividade e todo o talento nas telas", afirmou Rui.

Com inscrições abertas até 17 de julho, o edital incentiva e abre espaço para a produção de conteúdos autorais, com destaque para a pluralidade de temáticas, tocadas por diferentes grupos sociais. Uma seleção pública vai permitir a escolha de projetos, que devem ser apresentados por pessoa jurídica, sediada na Bahia e registrada na Ancine como produtora independente.

Os selecionados firmarão contrato para receber do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb) o valor correspondente ao pré-licenciamento para exibição da obra na TVE. Os conteúdos produzidos podem envolver temas relativos a esportes, juventude, educação, mulheres, terceira idade, indígenas, afrodescendentes, agroecologia, turismo, LGBT, empreendedorismo, religiosidade, agricultura familiar, patrimônio e cultura regional. O edital estará disponível a partir desta terça (16), no site do Irdeb. A cerimônia também teve a participação dos secretários de Cultura, Jorge Portugal, e da Educação, Walter Pinheiro, além do diretor-geral do Irdeb, Flávio Gonçalves, e do diretor-presidente da Ancine, Manoel Rangel.

“Considero muito importante o lançamento do Bahia na Tela. Ele representa a possibilidade de nós termos mais produção independente realizada aqui no estado, lidando com a realidade do povo da Bahia. Isso é muito importante para a programação da TVE, mas também para toda a produção audiovisual do Brasil. Isso representa mais cultura circulando pelas regiões que compõem o país”, destacou Rangel.


Democratização

Investimentos para a democratização das produções já são realidade na Bahia. Um exemplo foi o grande destaque que o setor recebeu nos editais setoriais lançados pelo Fundo de Cultura, em julho de 2016. Somando os recursos destinados diretamente pelo Fundo de Cultura a outras fontes de fomento captadas junto ao governo federal, como o Programa Brasil de Todas as Telas, da Ancine, o aporte destinado ao setor foi de R$ 14,5 milhões. Esse valor corresponde a mais de um terço do valor investido em todas as áreas da cultura beneficiadas pelos editais, que totalizaram um investimento de R$ 40 milhões.

Conteúdo inédito

Ainda durante o evento desta segunda (15), a TVE Bahia anunciou a exibição de 250 horas de conteúdo audiovisual brasileiro independente, inédito na Bahia. São 17 séries de ficção, 19 séries de animação, 48 série documentais e 10 telefilmes documentários. Os conteúdos têm como público-alvo crianças, jovens e adultos. O material é resultado da primeira chamada pública da Linha de Produção de Conteúdos destinados às TVs Públicas do Programa Brasil de Todas as Telas. Um investimento de R$ 60 milhões em 83 produtoras brasileiras independentes das cinco regiões do país.

Entre os conteúdos a serem exibidos na TVE estão seis obras de diretores baianos. São elas: 'A Bicicleta do Vovô', do diretor Henrique Dantas, da Hamaca Produções; 'Meu Irmão Nerd', da diretora Cecília Amado, da Truque Produtora de Cinema; 'Música da Minha Vida', com direção de Jorge Felippi e Gabriela Barreto, da Santo Guerreiro; 'Aprender a Sonhar', do diretor Vitor Rocha, da Caranguejeira Filmes; 'Travessias Negras', do diretor Antônio Olavo, da Portfolium Laboratório de Imagens; e 'Sertão de Dentro', do diretor Geraldo Sarno, da Truque Produtora de Cinema.

"A partir de 7 de junho, a TVE começa a transmitir essas 250 horas de conteúdo, produzido na Bahia e no restante do Brasil. Isso vai trazer diversidade às telas. A gente fica muito feliz porque foram contempladas obras baianas, desde ficção até documentário, que mostram o sertão da Bahia, a amplitude da Bahia, os estudantes da Bahia. É uma importante valorização e divulgação do que temos aqui no estado”, explicou o diretor-geral do Irdeb.

Calendário de Notícias

« Novembro 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

Nossos Contatos

Gabinete da Deputada Estadual Neusa Cadore Assembléia Legislativa da Bahia
Ed. Nelson David Ribeiro Gab. 305, 1º Av. 130 CAB
CEP: 417545-000 - 
Salvador/BA

Fone: 71 3115.7148
Fax: 71 3115.5486
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.